O cantinho da Cinderela

O cantinho encantado da bloggosfera.

segunda-feira, agosto 13, 2018

Não é fácil pedir desculpa...


Por vezes, sem querer, magoamos as pessoas que nos querem e fazem bem. Seja com actos, palavras ou até com silêncios.
Mas, às vezes, esses silêncios são para evitar um mal maior... são para evitar dizermos o que queremos e o que não queremos. Porque no calor do momento, quando todos os sentimentos estão à flor da pele, deixamos de conseguir pensar e as palavras saem como uma avalanche. Passamos a falar com o coração e nem sempre com razão. Um coração enraivecido... magoado... desiludido... estilhaçado.
Queremos que a outra pessoa sofra tanto quanto nós estamos a sofrer, seja ou não ela a razão desse sofrimento.
E, quando finalmente acalmamos e caímos em nós, percebemos que talvez não tenhamos sido muito correctos... que talvez até tenhamos sido injustos e descarregado em quem não tem culpa de nada.
Então, por orgulho ou por vergonha de o admitir, ficamos ali... fechados no nosso mundo... em silêncio... a pensar como podemos compensar a pessoa por tudo o que dissemos e por todo o veneno que destilámos... quando basta apenas abraçá-la e dizer "desculpa"...

Etiquetas: , ,

domingo, julho 08, 2018

Os duros também quebram...


Quero sair daqui!
Não, não estou triste...
mas também não estou feliz...
estou...
assim-assim....
Tenho mil coisas no pensamento
e o coração a pedir colo.
Tenho a alma carente!
De um carinho...
de um sorriso verdadeiro...
de um abraço apertado
que me faça sentir protegida.
Preciso tanto de sair daqui!
Ir para longe de tudo e de todos!
Preciso gritar até ficar sem voz!
Preciso chorar até não ter mais lágrimas!
Não, já disse que não estou triste!
Estou apenas...
sei lá...
carente de mimo?
Sim, os fortes também precisam de mimo!
Fazemo-nos de duros que nem calhaus...
Estamos cá sempre que alguém precisa...
Largamos o nosso Mundo por quem amamos...
Lutamos por nós
e por quem achamos que merece...
mas a nossa armadura não é indestrutível...
E fraquejamos...
quebramos...
deixamos cair essa força por terra...
e apenas pedimos um carinho.
Um simples carinho...
algo que nos mostre
que não estamos sozinhos...
algo que nos dê um motivo
para continuarmos a lutar.
É...
talvez seja disso que eu precise...
Um carinho sentido...
um abraço apertado...
um sorriso que me ilumine...
um motivo para continuar a lutar.

Etiquetas: , , , , ,

segunda-feira, junho 25, 2018

Voltar a ser criança...


Às vezes gostava de voltar atrás no tempo...
de voltar a ser criança.
Não ter preocupações...
quase não ter obrigações.
Brincar até ser noite...
fazer birra para não estudar.
Não ver a maldade no Mundo,
mas saber que ela existe.
Sorrir por qualquer razão...
e ficar feliz com tão pouco.
Voltar a ser inocente...
sem ter de pensar em nada...
Há quem lhe chame "Síndrome de Peter Pan"...
eu chamo-lhe "Saudades de ser Feliz"...

Etiquetas: , , ,

quarta-feira, junho 06, 2018

No silêncio dos nossos olhares...


Aquele momento
em que os nossos olhares se cruzam...
em que temos conversas
que mais ninguém ouve...
em que os nossos olhos falam
uma língua que mais ninguém percebe...
Gosto tanto...
Dure míseros segundos...
ou minutos que pareçam horas...
o Mundo pára nesses instantes.
E mesmo rodeados de gente,
no meio da confusão,
ficamos em silêncio...
que os nossos olhos falam por nós.
Gritam um pelo outro...
e suplicam para que cheguemos perto.
Tantas conversas que já tivemos...
sem ninguém se aperceber...
Tantos segredos que contámos...
sem dizer uma única palavra.
Segredos nossos...
só nossos...
ditos no silêncio dos nossos olhares...

Etiquetas: , , ,

quarta-feira, abril 18, 2018

Escapar da Realidade...


Estou cansada...
Fisicamente...
Psicologicamente...
Espiritualmente...
Cansada de correr atrás
e de ficar pelo caminho...
Cansada de lutar
por uma felicidade utópica...
Estou cansada de sonhar...
de ambicionar...
de desejar...
Estou esgotada!
Quero parar...
Fechar os olhos e dormir...
Viajar para onde tudo é possível...
onde a felicidade não é só um sonho...
onde tudo está à distancia de um braço.
Oh vontade de desaparecer deste mundo...!
De fugir desta realidade
e voar no mundo dos sonhos...
Sentir apenas a leveza de viver...
sem ter o peso dessa existência.
Respirar fundo...
sentir-me em paz...
e deixar a alma encher-se de energia
através do sorriso estampado no rosto.

Etiquetas: , , ,

sexta-feira, abril 13, 2018

Medo de Amar...


A-M-O-R!
Como é que algo tão belo consegue meter tanto medo?
Porque assusta tanto sentir que nos estamos a apaixonar?
Fugimos disso como o Diabo foge da cruz! Renegamos o que sentimos e
fechamos o coração!
Usamos todos os meios e engendramos mil teorias na nossa mente para
negar que somos capazes de amar!
Mas será o Amor assim tão mau? Será preciso coragem para Amar?
É... muita coragem mesmo!
Porque só alguém muito corajoso é capaz de tirar a armadura e expor o
seu lado mais vulnerável... mesmo tendo medo de se magoar. Só alguém
muito corajoso se entrega de corpo e alma a outra pessoa numa época em
que apenas já só se dá valor ao corpo.
Amar, sonhar, gostar, acarinhar, sentir já são só meras palavras...
sentimentos esquecidos que quase ninguém consegue ter. Hoje em dia só
se deseja... só se unem corpos... já não há a fusão das almas! Só se
toca... já não se sente...
Amar virou acto de gente louca numa altura em que somos cada vez mais
frios. Preferimos deixar a solidão enegrecer o nosso coração em vez de
o enchermos de Amor. Com receio de sofrer? Talvez. Por demasiadas
desilusões? Muito provavelmente...
Amor virou tabu... e o sexo virou banalidade. Fala-se de sexo como
quem fala do tempo, e não digo que isso seja mau... mas se se fala de
Amor... tudo se encolhe... e muda-se logo de assunto. O Amor passou a
ser o "bicho-papão"... o monstro com o qual temos de lutar para
sobreviver!
Mas como se sobrevive sem Amor? Como aguentamos uma vida inteira sem
Amar, no que isso tem de mais puro?
Queremos tanto ser felizes... mas não os predispomos a abrir, nem que
seja só um pouquinho, o nosso coração e a deixar entrar esse
sentimento tão bonito. E o tempo passa... e, quando damos por isso,
estamos velhos e sozinhos... de coração amargurado... porque evitámos
ao máximo amar... porque tivemos medo do Amor.

Etiquetas: , ,

quarta-feira, março 14, 2018

Amar não é difícil...


Amar não é difícil...
nós é que complicamos!
Quando amas só queres ser feliz
e fazer a outra pessoa feliz também.
Não te anulas...
não mudas a tua maneira de ser,
melhoras o que pode ser melhorado...
Adaptas-te.
Aceitas que ninguém é perfeito
e que são os seus pequenos defeitos
que tornam alguém especial.
Entregas a parte mais frágil de ti
e esperas que a outra pessoa não o parta.
Baixas a guarda...
e, lentamente...
deixas que se aproxime.
Permites-te sonhar
e ficas em paz na sua presença.
Queres dar tudo de ti
mesmo que isso te assuste.
Não tens medo de mostrar
o teu lado mais frágil e indefeso
porque essa pessoa te faz sentir
que nenhum mal te irá acontecer.
Quando amas...
dás valor aos pequenos gestos...
e sorris com um simples "bom dia"...
Amar não é difícil...
Difícil é encontrar alguém que te ame
na mesma medida que tu amas...

Etiquetas: , ,

Palavras Espalhadas...


Palavras espalhadas...
retalhos da alma sem nexo...
nada se conjuga,,,
nada faz sentido!
Escrevo e re-leio...
Apago e volto a escrever...
Faço uma pausa.
Porque preciso mesmo...
As ideias estão muito confusas...
as palavras atropelam-se no pensamento...
Sinto a mente dividida ao meio...
e o coração a opinar sobre o que não sabe!
Mas se não sabe que se cale...
e deixe a cabeça pensar!
Não a confunda mais...
nem se meta onde deve reinar a razão.
Olho o ecrã e re-leio o que tenho...
Tanta palavra junta mas todas tão vagas...
Tantos pedaços de mim
espalhados pela imensidão de um texto
Tanto sentimento deitado fora
que deveria ficar guardado...
fechado a sete chaves...
para nunca ninguém conseguir alcançar...

Etiquetas: , , ,